CONFIRA

Com jogadores do basquete, judô, futebol de 7, atletas da base, do remo...

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Pós-Jogo | Tá que tá que tá que tá demais!


Saudações Rubro Negra!

Flamengo e Nova Iguaçu jogaram nesta tarde de domingo, no tapete do Engenhão em baixo de muita chuva.
As principais chances no inicio da partida vieram dos pés de Rafinha, que tá demais, moleque é ousado, sabe o que fazer com a bola.
Logo aos 20 após bela jogada de Léo Moura, Elias quase marca seu primeiro com a camisa Rubro Negra. O primeiro cartão amarelo do jogo veio logo em seguida, após falta de Flavinho, do Nova Iguaçu, em cima de Elias, após derrubá-lo próximo ao meio de campo.

Da metade da partida pra frente o time do Nova Iguaçu pressionou muito a equipe Rubro Negra, após cobrança de escanteio Felipe soltou a bola, Léo Moura em cima da linha jogou novamente para escanteio, concretizando uma das jogadas mais perigosas do primeiro tempo. Queria entender o que aconteceu, mas parece que em alguns momentos do meio do primeiro tempo pra frente, o Flamengo ficou totalmente perdido, parece que não sabiam de forma alguma o que fazer, maioria das bolas de perigo de gol eram tiradas pelo lateral esquerdo João Paulo.  

A jogada mais bonita do primeiro tempo veio do Flamengo, Rafinha – João Paulo – Hernane, e eu cheguei ver a bola dentro do gol, quase gol. Aos 38, Rafinha cruzou e Ibson chegou atrasado, logo depois do escanteio originado dessa jogada, Caceres jogando a bola pela esquerda quase marcou o primeiro.
Alguém por favor, corta essa raiz que colou os pés do Léo Moura no gramado ! Não adianta a gente jogar com 30 Rafinhas e 30 Elias e ter um cara que perde a bola a 10 cm na sua frente, como foi aquela jogada do Rafinha aos 43 do primeiro em que ele simplesmente perdeu uma bola mamão com açúcar, ali fácil fácil de dominar.

Pro segundo tempo as duas equipes voltaram, com a mesma formação do inicio da partida. Assim como no primeiro tempo Rafinha – João Paulo – Hernane, que furão! Hernane errou muito feio, a melhor chance de gol de toda partida, logo no comecinho do jogo.
Aos 14 por muito pouco Hernane não marcou, mas o jogador estava impedido após receber belo passe do lateral João Paulo. Logo depois, aos 17, Dorival optou por tirar Nixon e colocou Cleber Santana no seu lugar, tirou também Rodolpho, substituindo Léo Moura.
Aos 19 após cruzamento de Rodolpho pela direita, Hernane fura novamente - que que isso meu filho? Bota o pé na forma! - Foi só isso acontecer aos 23, Hernane em jogada com Rodolfo estufou as redes e marcou: Flamengo 1 a 0.
Diferente da metade final do primeiro tempo, o Flamengo pressionou o time do Nova Iguaçu constantemente, veio do Rubro Negro os principais lances de perigo de gol do segundo tempo. Já aos 31, Ibson chutou bonito após receber a bola de João Paulo chutou muito forte e quase ampliou o marcador. Empolgado pelo lance do companheiro, João Paulo também chutou de muito longe e muito forte, pra defesa do goleiro Jeferson do Nova Iguaçu.

Rafinha foi substituído aos 35 minutos extremamente aplaudido pela torcida, dando lugar a Thomas, concretizando a 3ª substituição do jogo. Assim como na partida contra o Vasco, a saída do ataque Rafinha deu uma diminuída no ritmo de jogo. Com dois minutos de acréscimo o Nova Iguaçu foi todo ataque, uma defesa de peito do Felipe nos acréscimos garantiu a vitória da equipe Rubro Negra.

O próximo jogo do Flamengo é contra o Friburguense, jogo válido pela 6ª rodada do Campeonato Carioca. Relembrando que estamos invictos.

Vamos ser campeão vamos Flamengo 

@samanthabio

0 comentários:

AGENDA

SEJA SÓCIO!

ACESSE

TWITTER

SIGA-NOS

VOTE

+ DA SEMANA

VISUALIZAÇÕES DO BLOG

Entre em contato: iflamengonews@gmail.com