CONFIRA

Com jogadores do basquete, judô, futebol de 7, atletas da base, do remo...

segunda-feira, 4 de março de 2013

Esportes Olímpicos | E o meu medo maior é o espelho se quebrar...


Análise sobre o 'fim' da elite dos Esportes Olímpicos do Flamengo:


Muito se tem falado na queda dos esportes olímpicos do Flamengo. Depois da posse da nova gestão, que muito vem fazendo pelo futebol rubro-negro, os esportes olímpicos estão perdendo a sua vez no Clube.
Isto pode significar duas coisas: 1 - Ou a torcida perdeu de vez o interesse nos outros esportes do Flamengo, e a diretoria, percebendo isso, resolveu diminuir os gastos na área, para aumentar a receita em outra que seria ‘a mais importante’ ou 2 - Como já diria Márcio Braga: "Acabou o dinheiro", e eles se viram OBRIGADOS a fecharem certos esportes, para acertar as dívidas e aumentar a receita do futebol.

Pelo que se parece, o Flamengo terminaria com ‘todos’ os seus esportes olímpicos NA ELITE, ficando com a categoria de base e as escolinhas, e deixaria apenas o remo e o pólo aquático, pois são protegidos por estatuto, por serem os primeiros da história.

Ficaria também, por último, o time de basquete, que serviria como exemplo de que é possível sim montar um time de alto nível nos esportes, sem que se tenha um enorme 'rombo' no bolso do Clube.

Esta é a tentativa. A modernização dos esportes olpímpicos, buscando patrocínio próprio para cada um, responsabilidade e independência. Poderia ser uma boa jogada, um trabalho a longo prazo: Acabar com a elite de certos esportes nos dias atuais, deixando apenas a base, para que os garotos de hoje, sejam os ídolos olímpicos amanhã, carregando junto com eles o nome do Clube de Regatas do Flamengo.

Mas, por outro lado, as promessas seguem o caminho dos ídolos. Em quem os garotos iriam se inspirar dentro de cada esporte, se os seus ídolos vão perdendo o espaço dentro do clube em que eles mesmos treinam e pretendem fazer a sua história? Onde eles iriam buscar o estímulo pra treinar todo dia, se chegariam no futuro e poderiam perder seu lugar no clube em que passou a vida, porque o dinheiro está escasso, e o futebol é 'mais importante'?

De certo, no Flamengo, o futebol é realmente o esporte mais importante, devido a paixão mundial e aos títulos da história do Clube, porém, não se pode esquecer, que o Clube Poliesportivo do Flamengo não pode acabar. Algo terá que ser bem estudado, uma filosofia deve ser implantada com muita cautela. É óbvio que é inaceitável ter, por exemplo, uma ginástica artística, tirando lucros gigantescos do Clube, sem retornar muita coisa. Porém, não se é aceitável também, que, de uma hora pra outra, se encerre o contrato de atletas que tem uma vida dentro do Clube.

Que se resolva a situação da melhor forma possível. Para se ter sucesso, você vai ter que abrir mão de algo. E o Flamengo está decidindo abrir mão dos renomados atletas de algumas modalidades olímpicas...

Espero que não prejudique a base do maior formador de atletas do Brasil.

E como já diria Nelson Rodrigues: "O meu medo maior é o espelho se quebrar..."!

5 comentários:

Dani disse...

Eu acho que cortaram o alto nivel para se ajeitar salarios e patrocinios.

Os caras não iriam contratar o Alexandre Povoa paranão fazer nada. Eles devem ter um projeto a médio prazo.

E vamos combinar.... Os Hypolitos e Jade Barbosa já não são elite do esporte. Ou são?

Matheus Andrade Berriel disse...

Teóricamente são! Porém, na prática... arregam! A Jade busca medalha sempre... e o Sasaki merecia ficar.. fez história nas olimpiadas e vai buscar medalha! A diretoria fez o certo, pra mim, errou em não avisa-los antes, pq querendo ou não, sao esperanças de medalha olimpica, que estão sem teto. Mas como disse, é um passo pra trás, pra se dar dois pra frente... vamos ver!

Anônimo disse...

Que idolos, pelo amor de Deus? esses irmãos hipolito vão só passar vergonha nas olimpiadas, César cielo só sabia trazer bronze e quando trazia, as promessas tem que se espelhar naqueles que estão no topo, ganhando medalhas, batendo record, não nesses que não ganham mais nada.

Miguel Gonzalez disse...

Triste decisão do Flamengo. Acho que desde ontem não sou mais tão rubro-negro. Que exemplo o clube quer passar? Veja o caso dos Hypólito, criados na Gávea. Saíram da escolinha para competir nas categorias de base e saíram das categorias de base para competir no adulto. Quantos títulos eles deram ao Flamengo?

Se não houve retorno financeiro é outra estória. Mas não se pode dispensar um ex-aluno do clube de uma hora para outra.

A história do Flamengo nunca foi do Flamengo ser um Flamengo Futebol Clube. Primeiro, o clube é de Regatas.

Por causa do Remo, para fortalecer os atletas, o Flamengo passou a competir no Levantamento de Peso e no Pólo Aquático. Depois veio o Atletismo e a Natação. O futebol era jogado pelos sócios em partidas festivas, autênticas peladas dentro do clube. Só depois veio o time do Fluminense profissionalizar o futebol do Flamengo.

O Flamengo teve uma história linda. Campeão de Terra, Ar, Mar. Campeão de Natação, Futsal, Nado Sincronizado, Tênis, Tênis de Mesa, Xadrez, Futebol, Hóquei sobre Patins, Judô, Tae Kwon Do, Ginástica Rítmica, Ginástica Artística, Handebol, Voleibol, Basquetebol, Tiro, Tiro Prático, Vela, Patinação Artística, Tiro com Arco, Patinação de Velocidade, Hipismo, Pólo Aquático, Pelota Basca, Futebol de Mesa, Bocha, Pentatlo Moderno, Esgrima,....

Não é mais o Flamengo. Não é mais meu time.

Anônimo disse...

"Mas, por outro lado, as promessas seguem o caminho dos ídolos. Em quem os garotos iriam se inspirar dentro de cada esporte, se os seus ídolos vão perdendo o espaço dentro do clube em que eles mesmos treinam e pretendem fazer a sua história?"
E desde quando o Fla é uma potencia olimpica formadora de grandes atletas? pq pela sua logica, os atletas de ponta estão lá a mais de 10 anos e quantos atletas foram revelado por influencia deles?

AGENDA

SEJA SÓCIO!

ACESSE

TWITTER

SIGA-NOS

VOTE

+ DA SEMANA

VISUALIZAÇÕES DO BLOG

Entre em contato: iflamengonews@gmail.com