CONFIRA

Com jogadores do basquete, judô, futebol de 7, atletas da base, do remo...

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Basquete | Fla vence Tijuca após duas prorrogações no TTC


Na noite desta segunda-feira, o time Profissional de Basquete do Flamengo entrou em quadra no Tijuca Tênis Clube, em um jogo adiado da 29ª rodada do NBB, contra a equipe da casa. O time Rubro-Negro, já garantido na primeira colocação da fase classificatória, aproveitou a partida para testar a equipe e consertar os erros do time, para buscar o título nos Playoffs. Em uma espécie de 'jogo-treino', a partida esquentou graças a velha rixa entre Shilton e Armandinho e ainda teve um recorde individual histórico do jogador Rubro-Negro, Olivinha. Confiram como foi o jogo:

O time Rubro-Negro entrou em quadra com o quinteto formado por Marquinhos, Kojo, Benite, Caio Torres e Olivinha, mas, ao longo da partida, usou vários jogadores, que foram testados, visando os playoffs.  Como o quinteto usado no primeiro quarto foi por quase todo o quarto titular, o Fla abriu logo 29 x 19, dando assim liberdade pro José Neto testar os jogadores.

No início do segundo quarto, o Fla tinha em quadra Olivinha, Duda, Gegê, Shilton e Benite. O time Rubro-Negro até tentou manter o nível atacando, liderado por Kojo, que fez um bom quarto. Mas, defensivamente, o time foi muito mal e acabou sendo massacrado no quarto. Foi no segundo quarto também, que Olivinha alcançou uma marca história no NBB: 1500 rebotes. Ele é o maior reboteador da história da Liga Nacional. Pra esquentar ainda mais a partida, Shilton fez uma falta em Armandinho, que caiu. No tempo técnico, a namorada do Armandinho veio até o Shilton e colocou o dedo no rosto dele e, disse que se fizesse algo, ia ter consequência no futuro. O jogador Rubro-Negro apenas riu e a deixou falando sozinha. Esta rixa entre ele e o Armandinho é antiga e, sempre que eles se enfrentam, tem clima pesado. Fim de primeiro tempo, Flamengo 40 x 42 Tijuca, que virou o jogo.

As equipes voltaram para o terceiro quarto com tudo, buscando a vitória! Ataques bem armados dos dois lados e, defesas bem postadas. O Fla, até teve à frente, mas pecou, perdendo ataques bobos e o quarto terminou empatado em 20 a 20, com o placar fechando 62 a 60 à favor do Tijuca.

Na última etapa, muitas emoções! O time Rubro-Negro, querendo a virada, partiu pra cima e logo virou o jogo, mas, do outro lado, caía tudo também. Nos rebotes, Olivinha era impecável! O Tijuca tomou a frente do jogo de novo, mas faltando menos de um minuto, Olivinha marcou 5 pontos seguidos e deixou tudo igual.  O Tijuca marcou mais dois com Renan, em lances livres, mas Olivinha, a segundos do fim, empatou o jogo e levou a partida pra prorrogação. O jogo que seria fácil, virou dramático!

José Neto colocou Caio Torres, Olivinha, Kojo, Marquinhos e Duda e partiu pra cima. Mas o Tijuca estava em grande noite e dificultava a partida, equilibradissima no fim. Os times foram trocando pontos no início da primeira prorrogação, mas em certo momento, o Fla, empurrado por sua torcida, partiu pra cima e virou, marcando 5 pontos consecutivos. Porém, o nervosismo foi mais alto que a técnica. Marquinhos desperdiçou 2 lances livres e deixou o Tijuca encostar: 92x91. Até que o Rubro-Negro sofreu nova falta a segundos do fim, era só colocar os dois na cesta e acabar com o jogo. Porém, Kojo desperdiçou o primeiro, marcando apenas só um. Bola no meio da quadra, faltando 3 segundos pra acabar. Ou melhor, 3 segundos pro inacreditável acontecer... O Tijuca trabalhou a bola, e incrivelmente, empatou no estouro do cronômetro.

Segunda prorrogação... Se tinha cardíaco acompanhando a partida, morreu! O Fla começou arrasador... Olivinha de 2 e Marquinhos de 3, colocaram o Fla com 5 pontos na frente do placar. Mas o Tijuca não dava moleza e empatou. Daí em diante foi troca de pontos.. bola lá e bola aqui. Os dois times chegaram a marca centenária no marcador, e o jogo empatou em 103 a 103. Até que a menos de 30 segundos do fim, Arnaldinho armou um bom ataque pro Tijuca, mas pisou na linha, desperdiçando o mesmo. Na saída de bola, falta em Olivinha. O jogador converteu os dois e deixou o Fla na frente. A defesa funcionou, o Fla roubou a bola e sofreu nova falta. Vitor Benite converteu os dois e abriu 4 pontos. Alívio... A Nação podia comemorar! Faltando apenas 3 segundos, não teria mais virada. Fim de jogo, Flamengo 107 x 103 Tijuca.

Agora, o Flamengo enfrenta o Suzano, na quarta-feira, às 20:00 horas, no Tijuca Tênis Clube. Depois, é só treinar para a estréia nos playoffs, com adversário a ser definido na primeira fase do mesmo, onde o Fla ganhou o direito de não precisar disputar, por ter sido o primeiro colocado geral na fase classificatória. Vamos FlaBasquete, Rubro ao Bi do NBB e ao Tri Brasileiro!

0 comentários:

AGENDA

SEJA SÓCIO!

ACESSE

TWITTER

SIGA-NOS

VOTE

+ DA SEMANA

VISUALIZAÇÕES DO BLOG

Entre em contato: iflamengonews@gmail.com