CONFIRA

Com jogadores do basquete, judô, futebol de 7, atletas da base, do remo...

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Basquete | Fla sacode o TTC e vence jogo 2 na raça


Após um jogo sofrido no primeiro confronto, o Flamengo voltou a quadra nesta quinta-feira, desta vez diante sua torcida, no Tijuca Tênis Clube, pro segundo confronto das quartas de final do NBB, contra o Paulistano. O Fla, que chegou a estar perdendo por uma vantagem de 20 pontos de diferença, embalado pela Nação, virou a está a uma vitória das semifinais. Confiram como foi o jogaço e a grande vitória do time Rubro-Negro diante o presidente Eduardo Bandeira, que foi prestigiar o FlaBasquete:

O jogo começou pegado. Com casa cheia, a torcida não esperava receber um banho de água fria de cara; A equipe Rubro-Negra começou apático, errando na defesa e falhando no ataque. O time do Paulistano, que não tinha nada haver com isso, aplicou 21 a 13, com uma belissima atuação. No segundo quarto, a situação, piorou; o Flamengo estava irreconhecícel. O time, que foi líder da fase classificatória, errava tudo; os arremessos não caiam, os rebotes não eram salvos. Num quarto temeroso, a equipe pontuou apenas 9 vezes, chegou a ficar 20 pontos atrás, mas foi pro intervalo perdendo por 22 x 38.

Na volta pra segunda etapa, a Nação, que compareceu em bom número, tirou o grito do fundo da garganta pra tentar empurrar a equipe de José Neto pra uma improvável reação. E surtiu efeito... A equipe parecia outra dentro de quadra. As bolas de 3 começaram a cair, Marquinhos começou a jogar e junto com toda a equipe foi pra cima, pra tirar a ampla vantagem do Paulistano no placar. 

O Paulistano, vendo que não teria vida fácil, começou a dividir fortemente as bolas; Wágner, que vinha sendo um dos destaques da equipe paulistana, arrumou confusão e quis brigar com um torcedor rubro-negro. Mas o Flamengo não caiu na deles e jogou bola, sem esquentar os ânimos. Avassalador, totalmente diferente do primeiro tempo, o time Rubro-Negro fez impressionantes 34 pontos e, inacreditavelmente, virou a partida, faltando segundos pro final do período. A Nação estremeceu, fez festa, gritou, cantou, apoiou. O time Paulistano parecia não acreditar; No outro jogo, o Flamengo tinha tido um apagão no terceiro quarto, nesse porém, o time Rubro-Negro, fez o que era inacreditável. De arrepiar. Tínhamos um jogo...

No quarto decisivo, muita disputa. Jogo pegado e duas equipes brigando pela vitória. O Fla abriu cinco pontos, mas o Paulistano, mostrou que estava no jogo e assumiu a frente do placar denovo; mas o Flamengo impôs moral, com uma bola de 3 de Duda e uma cravada sensacional de Shilton, tomando a frente do placar em 68 a 63. A torcida era só festa; Ola, músicas, e muita, mas muita gritaria; tanto apoiando o Flamengo, quanto pressionando o adversário. O Flamengo abriu cinco pontos novamente, faltanto 3 minutos pro fim do jogo. Mas do outro lado também tinhamos uma equipe: O Paulistano aproveitou um ataque, diminuiu, sofreu falta, converteu um dos lances livres e na sequência empatou, após Shilton desperdiçar dois lances livres. 70 a 70, faltanto 2 minutos pra acabar. Olivinha meteu uma bola de 3 pra dar raça ao time novamente e na sequência, Kojo converteu dois lances livres. O Flamengo ainda teve uma falta antidesportiva, onde marcou mais dois pontos. A vitória estava nas mãos... Porém, Shilton falhou quando não podia falhar. Na hora de matar o jogo de vez, o jogador rubro-negro errou quatro lances livres, em duas faltas consecutivas, o que serviu de ânimo pro Paulistano, que encostou no placar, 77 a 76, faltando 20 segundos pra acabar o jogo. Olivinha sofreu falta e converteu um dos arremessos. Na saída, falta boba de ataque do Paulistano, em Olivinha, que havia roubado a bola. O jogador rubro-negro converteu os dois pontos e abriu 4 de diferença pro Fla. Não havia tempo pra mais nada... O Paulistano ainda tentou armar uma estratégia, arremessou de 3, mas errou e na sequência, rebote rubro-negro. Fim de jogo: Na raça, o time rubro-negro virou e venceu o Paulistano por 80 a 76.


Agora, o time do Fla volta a enfrentar o Paulistano no sábado, novamente no Tijuca Tênis Clube, às 21h30m, pelo terceiro jogo da série de 5. Caso vença, o time Rubro-Negro conquista a vaga pra semifinal do NBB 2012/13, sem precisar de disputar os 4º e 5º jogos. É hora da Nação fazer a diferença novamente. Vamos ser o 6º jogador! No sábado, todo mundo no Tijuca TC, apoiando nosso time rumo à classificação. Pra cima deles, Mengo! Rumo ao Bi do NBB e ao Tri Brasileiro! Em nome da Raça, do Amor e da Paixão!

0 comentários:

AGENDA

SEJA SÓCIO!

ACESSE

TWITTER

SIGA-NOS

VOTE

+ DA SEMANA

VISUALIZAÇÕES DO BLOG

Entre em contato: iflamengonews@gmail.com