CONFIRA

Com jogadores do basquete, judô, futebol de 7, atletas da base, do remo...

sábado, 25 de maio de 2013

Basquete | Pós-Jogo | Isso aqui é FLAMENGO!


O quinto jogo da série semifinal disputada entre Flamengo e São José era mais do que apenas um jogo. Era uma batalha e, felizmente, foi uma batalha jogada, onde não se repetiram as cenas presenciadas no jogo anterior, nem as confusões do terceiro jogo. Foi um jogo, ou melhor, O jogo. Confiram o pós-jogo detalhado do Henrique Machado, jogador do time de Basquete Sub-17 do Fla:

Quem chegou cedo na HSBC Arena já percebia como seria o jogo, um verdadeiro caldeirão rubro-negro. A torcida não tinha digerido bem as recorrentes confusões criadas, principalmente em torno do armador joseense Fúlvio. A Nação tinha o claro intuito de não deixá-lo jogar e conseguiu, muito ajudada por Gegê e Kojo que foram quase impecáveis na defesa.

Quando a bola subiu no ginásio, presenciou-se um jogo muito equilibrado, mas com leve superioridade rubro-negra. Do lado joseense, o pivô Murilo não deixava que O Mais Querido abrisse uma boa vantagem. Ao fim do primeiro quarto, o placar marcava 23 x 22 para o Flamengo.

O início de segundo quarto foi preocupante para a Nação; o ala-pivô Jefferson se destacou com boa precisão dos arremessos e colocou o São José em vantagem logo no primeiro ataque do período. Os jogadores rubro-negros pareciam perdidos, ainda mais depois que o ala-armador Vitor Benite, que estava atuando muito bem comandando o time no ataque, saiu machucado. O Flamengo mesmo totalmente fora de sintonia não foi para o intervalo com um prejuízo muito grande; No fim do quarto, o placar da HSBC Arena apontava 42 x 39 para a equipe do interior paulista.

O time Rubro-Negro melhorou bastante para a segunda metade do jogo; empurrado por sua torcida que esteve apoiando quase em tempo integral, o Flamengo voltou a jogar bem e conseguiu retomar a frente do placar. A reação tem um nome forte: Duda. O ala-armador reserva deu um show de basquete e fez 8 pontos seguidos para dar tranquilidade ao time. A atmosfera do ginásio que já era totalmente favorável ao Mais Querido devido ao show de Duda e ao fraco desempenho de São José, que além de ver um Fúlvio totalmente apático, ainda perdeu o pivô Murilo que cometeu sua quarta falta e foi poupado, ficou ainda melhor quando o líder da equipe, Marquinhos converteu uma arremesso de 3 pontos no estouro do cronometro, fechando o quarto em 69 x 58 para o Flamengo. Uma reação fantástica.

Com a classificação a final em mãos, o time da Gávea entrou no último quarto de deu continuação no que tinha acontecido no anterior. O Flamengo continuou dominando a partida e Duda continuou sendo o nome do jogo. Aos poucos, a vaga ficava cada vez mais perto. Em certos momentos, o Flamengo que chegou a abrir 17 pontos de vantagem antes de relaxar. Para a alegria da Nação Rubro-Negra, que deu um verdadeiro espetáculo na Arena, quando a sirene tocou pela última vez neste sábado, o placar apontava: Flamengo 88 x 76 São José. O Flamengo está de volta a final do NBB.

Fora a análise do jogo, acho que alguns fatos devem ser ressaltados. Contrariando as expectativas, o jogo decorreu sem nenhuma confusão, ocorreu sem um ou outro desentendimento, mas nada fora do normal, totalmente comum em jogos desse porte. Fiquei muito feliz em ver que a torcida joseense não deixou o medo prevalecer e veio acompanhar o jogo. Algo negativo que não poderia deixar passar em branco, porque sei que os grandes sites vão deixar passar é o fato de que antes do jogo começar, quando todos os jogadores e membros da comissão técnica das duas equipes se cumprimentavam dentro da quadra, Fúlvio e Jefferson se encaminharam para o banco.

Agora que venha Uberlândia ! Só falta um jogo para mais um título rubro-negro !

Rumo ao Bi do NBB... Rumo ao Tri Brasileiro! Saudações Rubro-Negras!

0 comentários:

AGENDA

SEJA SÓCIO!

ACESSE

TWITTER

SIGA-NOS

VOTE

+ DA SEMANA

VISUALIZAÇÕES DO BLOG

Entre em contato: iflamengonews@gmail.com